Profissionais essenciais no Marketing Digital

Também conhecido como o queridinho da vez! De maneira resumida, todos os esforços feitos em plataformas digitais para divulgar uma marca, serviço ou produto podem se enquadrar em marketing digital.

Diferentemente de sua versão tradicional, no mundo online tudo pode ser mensurado, testado e monitorado. Isso significa, entre outras coisas, que as decisões são tomadas levando-se em conta resultados concretos. Por isso, as habilidades esperadas desses profissionais mudaram e tornaram-se muito mais analíticas que no passado.

O tamanho de uma equipe de marketing digital pode variar muito de empresa para empresa. Independente de ter um profissional para cada função ou um time pequeno, mas multifuncional, o importante é que essas áreas existam e sejam alimentadas:

SEM – Search Engine Optimization

Confesse, é difícil imaginar sua vida sem o Google. Dentro do marketing digital existem profissionais focados apenas em mecanismos de busca. Dentro disso existem:

Analista de SEO

(Search Engine Optimization) – É o profissional focado em melhorar o site (produto/marca) nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca. Ou seja, é o profissional que trabalha para que o Google (ou Bing) mostre seu resultado cada vez mais perto do topo da página, sem pagar por isso. É necessário ter conhecimentos de HTML e de algumas ferramentas para gerenciar métricas de buscas e palavras-chave, como SearchMetrics, Google Webmaster Tools e Google Search Console.

Analista de Aquisição

É o profissional responsável por atrair tráfego (pessoas) para o site por canais pagos. Isso inclui anúncios em mecanismos de busca ou em redes sociais, anúncios de PPC (Pague Por Clique), entre outras ações. Esses profissionais, lidam com ferramentas como Google Adwords, Facebook Power Editor, entre outras. Também podem ser responsáveis por projeção de ROI (Return On Investment) e definição de budget para canais.

Growth Hacker

Segundo o próprio inventor do termo, Sean Ellis, significa marketing orientado a experimentos. Em outras palavras, é a arte de criar estratégias de crescimento focadas em resultados rápidos por meio de oportunidades não exploradas ou convencionais. Por meio de experimentos, com processos e medição técnica, o profissional dessa área é capaz de encontrar maneiras de melhorar rapidamente os resultados. Além disso, é interessante que esse profissional entenda de experimentos, psicologia do consumidor e tecnologia.

Marketing de Conteúdo

Muito se fala sobre geração de conteúdo para marketing como uma nova forma de atrair e conquistar clientes. Ao contrário de SEM, cujos resultados são diretos, esse marketing age de forma indireta – porém mensurável. Quando falamos de conteúdo, estamos nos referindo a blog posts (como esse), white papers, estudos de caso, infográficos, vídeos, newsletters e qualquer outro tipo de conteúdo que não vise, necessariamente, conversão imediata. São materiais relevantes, distribuídos com o objetivo de construir branding, engajar, fidelizar, transformar consumidores em promotores. Uma forma de trazer brand equity, ou seja, valor adicional para a marca, que influencia na forma como os clientes pensam, sentem e agem sobre seu produto ou serviço.

Aqui, entram profissionais que dominam a escrita, junto à designers e outros profissionais de marketing, dependendo do canal utilizado. Vale pontuar que os conteúdos produzidos podem ajudar o posicionamento da página nos mecanismos de busca, sendo importante também para SEO.

Social Media

Não dá para negar que as redes sociais tornaram-se parte do cotidiano coletivo. Nelas, marcas se posicionam, atraem, divulgam e vendem seus produtos ou serviços. Muita gente ainda subestima o poder das redes, mas quase todo o mercado já entendeu que quem usa Social Media bem, tem uma vantagem significativa. Construir identidade, acompanhar as tendências e viralizar conteúdos não é nada fácil, e não deve ser relegado. Para além de um canal de marketing online, são plataformas que oferecem todo tipo de informação e segmentação de público a fim de otimizar as campanhas. Além das principais redes (Facebook, Twitter, Instagram), é necessário também conhecer ferramentas de acompanhamento e agendamento (como Scoop e Hootsuite). Conhecimentos em edição de imagens e vídeo também são extremamente úteis.

Web Analytics

De nada adiantam grandes estratégias de marketing, se você não coleta, mede e analisa os dados de maneira profunda e contínua. Por meio de diversas ferramentas como Google Analytics, Mixpanel, Piwik, etc, é possível analisar quantitativa e qualitativamente os dados que refletem a experiência do usuário com a sua página (site ou aplicação). Esse processo de melhoria contínua envolve a elaboração de relatórios, priorização de métricas, análise de conversões totais e muitas outras coisas. De certa forma, o profissional que trabalha com Web Analytics está presente em todas as outras áreas do marketing digital, uma vez que ele é o responsável direto por mensurar todos os resultados obtidos.

 

Sabe onde encontrar profissionais de marketing digital extremamente qualificados? Aqui na Contratado! Cadastre-se gratuitamente para ter acesso aos melhores talentos de Marketing Digital.