5 dicas para melhorar a gestão de pessoas na sua startup

Gerir pessoas é como fazer uma receita de bolo: você pode ter os melhores ingredientes do mercado, se não souber como preparar, vai dar errado. O mesmo se aplica a empresas. De nada adianta contratar profissionais de qualidade, se não conseguir fornecer a eles os estímulos e direcionamentos adequados.

“Então preciso cobrar isso do RH?”. Nada disso, a área de Recursos Humanos é de extrema importância, mas gestão de pessoas é um problema, como o nome já diz, dos gestores de cada área. O RH é responsável por dar apoio, fornecer know how e planos estratégicos, mas não pode colocá-los em prática. São os founders e gerentes que devem ser capazes de lidar com os egos, emoções e expectativas dos subordinados. Função que não é, nem de longe, fácil de executar.

Apesar da dificuldade, uma gestão de pessoas bem-feita é capaz de modificar a cultura de uma empresa e melhorar a produtividade de qualquer equipe. Isso porque profissionais motivados são capazes de encontrar novas soluções, inovar, produzir mais e até mesmo solidificar um business. Pensando em todos os equívocos sobre o tema, fizemos uma lista com as 5 dicas para melhorar gestão de pessoas com foco em startups.

  1. Não menospreze o poder da gestão de pessoas

Muitos founders e CEOs pensam que por terem poucos funcionários num ambiente informal, a gestão de pessoas não é tão importante. Um grande engano, isso porque o que faz uma empresa — seja ela tradicional ou startup — ter sucesso é o capital humano. Pessoas comprometidas em resolver problemas, inovar e construir algo maior é essencial e não pode ser comprado apenas com dinheiro. Empresas que negligenciam a questão tornam-se rapidamente improdutivas e/ou fracassadas.

  1. Seja transparente na comunicação

Mais importante do que preocupar-se com o que diz, é preciso preocupar-se com o que os outros entendem. Além disso, para que sua equipe ou empresa tenha sucesso é fundamental que todos saibam exatamente quais os objetivos a serem perseguidos e qual a atual situação que se encontram.

Mentir, esconder ou não esclarecer tudo sobre a saúde da empresa é um erro comum. A verdade é que dizer a todos as reais dificuldades enfrentadas ajuda no processo de encontrar soluções e caminhos alternativos para superá-las.

  1. Hierarquias existem, até mesmo em startups

A ideia de empresas sem hierarquia é incrível, mas sabemos que na prática não funciona exatamente assim, pode até parecer, mas ser chefe não é a mesma coisa. Um bom gestor é responsável por estar atento, avaliar e dar feedbacks não somente uma vez a cada seis meses, mas sempre que preciso. Valorizar o empenho (mais até que o desempenho) de cada membro da equipe, gerir crises e incentivar o melhor desenvolvimento de cada profissional.

Também é importante prestar atenção em si para não transparecer nenhuma preferência. É normal que elas surjam, o que não pode acontecer é tratar alguns membros de forma diferenciada ou com regalias.

O mesmo serve para CEOs que, além disso, devem se policiar para não pular ou passar por cima de gestores e diretores. Como assim? Sabemos que em startups os founders geralmente estão mais próximos, presentes e acessíveis — o que é extremamente saudável. O problema só existe quando um founder ignora um subordinado direto e se direciona a quem está abaixo do mesmo. Além de deixar um funcionário sem saber como agir, ainda tira a autoridade do gestor ou gerente.

  1. Dê incentivos — para além do salário

Motivação é algo inerente às pessoas, o que se pode dar são estímulos para que isso ocorra. Um ambiente confortável e descontraído é fundamental, mas dar as ferramentas necessárias para o trabalho também. Uma boa remuneração faz diferença, mas dar possibilidade de crescimento e desenvolvimento pessoal é tão importante quanto. Pode parecer pouco, mas o simples reconhecimento do esforço é algo estimulante, não apenas em momentos de sucesso ou de término de etapas, mas durante o processo e até mesmo após insucessos.

  1. Escute (de verdade)

Muitos pensam que um bom gestor de pessoas é quem diz as coisas certas nas horas certas, mas a verdade é que, para além disso, é necessário escutar as pessoas certas, do jeito certo. Mesmo com pouca hierarquia, funcionários de todos os níveis deveriam sentir-se relevantes e dar voz às suas opiniões é fundamental nesse processo. Além de outro ponto de vista, são questões de quem está desenvolvendo a tarefa todos os dias e conhece os problemas melhor do que qualquer chefe. Chame sua equipe para decisões importantes, para ajudar a solucionar problemas ou até para dar ideias de inovação em sua área.
Pois é, a gente sabe que gerir pessoas não é fácil mas ter profissionais de qualidade faz toda a diferença. E você já sabe onde estão os melhores candidatos para formar sua equipe, né? Aqui na Contratado.me!